Sobre Nós

Fundada em 06/01/2006 – CNPJ: Nº 07.943.286/0001-98

DEFINIÇÃO

Serviço que oferece acolhimento provisório para crianças e adolescentes, afastados do convívio familiar por meio de medida protetiva de abrigo, em função de abandono ou cujas famílias ou responsáveis encontrem-se temporariamente impossibilitados de cumprir sua função de cuidado e proteção, até que seja viabilizado o retorno ao convívio com a família de origem ou, na sua impossibilidade, encaminhamento para família substituta. De acordo com a Lei 12.010 (03/08/2009), “o acolhimento institucional é medida provisória e excepcional, utilizável como forma de transição para reintegração familiar ou, não sendo esta possível, para colocação em família substituta, não implicando em privação de liberdade”. O Sistema Único da Assistência Social – SUAS – classifica os Programas de Acolhimento Institucional como ações de “Proteção Social Especial de Alta Complexidade” onde é oferecido atendimento às famílias e indivíduos que sofreram violação de seus direitos e que necessitam de acolhimento provisório, fora do seu núcleo familiar.

NOSSO TRABALHO

Considerando a Tipificação dos Serviços Socioassistenciais aprovada pela Resolução 109 (CNAS em 11/11/09), a Associação Beneficente Lar do Menor São Camilo de Lellis   caracteriza-se como Abrigo Institucional nos Serviços de Acolhimento Institucional. Com uma capacidade de atendimento para 20 crianças ,nossa missão é de proporcionar condições dignas de moradia, alimentação, educação, vestuário, além de atendimento adequado na área odontológica, médica, psicológica e social, oportunizando assim o desenvolvimento global, superação de vivência de separação e violência, apropriação e ressignificação de sua história de vida e fortalecimento da cidadania, autonomia e inserção social, conforme as orientações para o serviço de acolhimento da criança  e do adolescente  do Conselho Nacional da Criança e do Adolescente e Conselho Nacional da Assistência Social.

OS OBJETIVOS GERAIS DO PROGRAMA DE ACOLHIMENTO

  • Acolher e garantir proteção integral;
  • Contribuir para a prevenção do agravamento de situações de negligência, violência e ruptura de vínculos;
  • Restabelecer vínculos familiares e/ou sociais;
  • Possibilitar a convivência comunitária;
  • Promover acesso à rede socioassistencial, aos demais órgãos do Sistema de Garantia de Direitos e às demais políticas públicas setoriais;
  • Favorecer o surgimento e o desenvolvimento de aptidões, capacidades e oportunidades para que os indivíduos façam escolhas com autonomia;
  • Promover o acesso a programações culturais, de lazer, de esporte e ocupacional interno e externo, relacionando-as a interesses, vivências, desejos e possibilidades do público.

OBJETIVOS ESPECÍFICOS DO PROGRAMA DE ACOLHIMENTO

  • Preservar vínculos com a família de origem, salvo determinação judicial em contrário;
  • Desenvolver com os adolescentes, condições para a independência e o autocuidado;
  • Proporcionar o protagonismo infanto-juvenil;
  • Preparação para o mercado de trabalho;
  • Preparação para desligamento tanto para família de origem ou substituta;
  • Desenvolver com os adolescentes, condições para o autocuidado;

LAR DO MENOR

CONTEXTUALIZAÇÃO HISTÓRICA DO ACOLHIMENTO DE CRIANÇAS E ADOLESCENTES NO MUNICÍPIO DE CAMPESTRE-MG.
Mediante a demanda de acolher crianças e adolescentes vítima de abandono e maus tratos e abuso, começou uma iniciativa de se criar uma casa de acolhimento, um grupo de pessoas que faziam parte de um grupo de oração da Renovação Carismática   da Igreja Católica, São Camilo de Lellis resolveu assumir a direção desse trabalho social, tomando a frente e abrindo instituição hoje existente. Diante dos fatos, assim aos 06 de janeiro de 2006 nascia em Campestre-MG Associação Beneficente Lar do Menor São Camilo de Lellis que tem como finalidade desenvolver serviço de alta complexidade do SUAS, acolhendo crianças a adolescente sob medidas protetivas de abrigo. Sua Diretoria no decorrer do ano de 2014 recebeu o Diploma de Honra ao Mérito do CMDCA- Conselho dos Direitos da Criança e Adolescentes do Município de Campestre.